Aparelhos retro-auriculares, intracanais e microcanais

Os aparelhos auditivos mais correntes são os do tipo retro-auriculares, intracanais e microcanais.

Retro-auriculares:

Um dos modelos de aparelhos auditivos mais utilizados, concentrando microfone, amplificador e receptor em uma unidade que se encaixa atrás da orelha do usuário. O microfone normalmente se situa no topo ou do lado de trás da prótese. O som é conduzido ao conduto auditivo externo por meio de um tubo plástico e um molde.

Seus controles externos incluem: a chave MTO e o volume localizados do lado de trás. Os outros controles normalmente se encontram sob uma tampa e devem ser manuseados exclusivamente por profissionais.
Estas próteses podem ser utilizadas para todos os tipos de perda auditiva, da mais leve à mais severa.
Rompendo a barreira do tamanho, a tecnologia fornece atualmente aparelhos micro-BTE e micro-Power, onde neste caso, o receptor (tecnologia CRT – receptor colocado no conduto auditivo externo) pode ficar dentro de uma oliva fechada para adaptação instantânea ou em uma caixa feita sob medida.
Toda esta sofisticação e inovação beneficiam o usuário de prótese em relação à microfonia e sensação de oclusão. Tudo isto fica dentro de um sistema inteligente, oferecendo qualidade sonora natural, conforto, potência e discrição.
Praticamente invisíveis, os micro-BTE’s (retroauriculares) são a melhor opção em estética e estão se tornando cada vez mais populares, de fácil manuseio e praticidade.

Microcanais

Os menores e mais modernos aparelhos auditivos, os microcanais (CIC) são colocados completamente dentro do canal auditivo externo. Devido à sua posição na orelha, torna-se necessária a presença de um fio conectado à prótese para facilitar sua retirada.

É a prótese mais discreta disponível no mercado e geralmente cobre perdas auditivas leves e moderadas. As dimensões de alguns condutos auditivos podem tornar impossível o uso destas próteses.

Intracanais

Hoje a tecnologia e a miniaturização fazem com que seja possível incluir todos os componentes de uma prótese auditiva no próprio molde que se adapta na concha do pavilhão auditivo.

O microfone se localiza na placa externa da prótese, trazendo algumas vantagens sobre o modelo retro-auricular – o som é captado na posição natural do pavilhão. Esta característica é ainda mais acentuada na prótese microcanal.

Seus controles externos incluem: a chave liga-desliga e o volume que se encontram na placa, assim como a interface de conexão no caso de aparelhos digitalmente programáveis. Outros controles normalmente estão no compartimento da bateria ou no interior da prótese.

Estas próteses são indicadas para perdas auditivas de leves a severas. Em alguns casos, o conduto auditivo externo pode ser muito pequeno. Quando isto ocorre, é necessário usar toda a cavidade do ouvido externo (concha) para que haja espaço para todos os componentes internos da prótese.

Novo Endereço
Rua Nagib Izar, 296
Tatuapé – São Paulo – SP
03337-070

11 2674.9944 / 2674.6664
atendimento@clinicatriade.com.br

Últimos Posts

  • 29 de agosto de 2014 Nova marca

    Nova marca

    ...

  • 27 de agosto de 2014 Novo endereço

    Novo endereço

    Bem-vindo ao WordPress. Esse é o seu primeiro pos...

Facebook